História das Joias: A Joia no período entre Guerras  

Para contar um pouco da História das Joias, aproveitamos um período que passava por mudanças significativas na sociedade e que foram palco para modificações na moda, na joalheria e para a população. Saiba um pouco mais sobre a joia no período entre guerras!


História das Joias, período entre guerras, Van Cleef & ArpelsNa História das Joias, um Período bastante significativo para a sociedade foi o Entre Guerras, mais ou menos de 1920 a 1940, onde a joia começava a acompanhar a mudança na vestimenta feminina, diante de um cenário econômico que também se modificava.

Neste período, a pioneira foi Chanel, que após criar seus vestidos “básicos” pretos, combinou-os com as primeiras joias conceituais, que tinham inspiração na Arte Bizantina. Um pouco mais tarde, as joalherias da época começaram a trabalhar com um material chamado de platina, para continuar trabalhando junto História das Joias, período entre guerras, boucheron

 

om as suas pedrarias. O ouro também continuava a ser muito explorado.

Apesar de mais simples do que as joias anteriores que faziam parte do período Belle Époque, a partir deste momento a joia atingiu seu auge de qualidade e popularidade.

Com influência Art Déco, Abstracionismo e Cubismo, as joias ficaram cada dia mais parecidas com “joias fantasias” e por isso, os desenhos eram cada vez mais interessantes e criativos, mantinham um tom geométrico e eram produzidos com materiais como contas de vidro, metais esmaltados e niquelados.

Eram materiais alternativos para justamente combater a escassez desse momento que a sociedade passava por um período de mudanças na economia, visto que a primeira guerra mundial transformou a população e as mulheres.

Se você gosta de joias com referências geométricas, clean e verticais, confira nossas joias femininas em prata.

♥ uber47.com.br

Referência e Imagens: Livro ” Moda do Século – François Baudot “